Visite a página inicial
hotéis, pousadas, albergues... passeios (city-tours, passeios de buggy, barco etc) e atrações turísticas (monumentos históricos, museus, teatros etc) informações sobre as praias de todo o litoral do Estado restaurantes, bares, pizzarias... shows, congressos, festas... saiba sobre a história, cultura e economia do Rio Grande do Norte

Matérias

Fortaleza dos Reis Magos


por Yves Guerra


O Estado do Rio grande do Norte encontra-se historicamente inserido no processo de colonização brasileira devido à sua localização geográfica, na esquina do continente sul-americano, ponto mais próximo à África. Acredita-se até que o Brasil tenha sido descoberto em terras potiguares.

Contudo, passado o período pré-colonial em que o Brasil ficou praticamente abandonado, temendo a invasão dos corsários franceses e holandeses que circulavam pelo litoral nordestino, o então Rei da Espanha e Portugal Felipi II ordenou ao Capitão-Mor de Pernambuco - Mascarenhas Homem, que organizasse uma expedição para o Rio Grande.

Em 25 de dezembro de 1597 na barra do Rio Grande (Potengi), começaram os trabalhos de entrincheiramento e abrigo, com varas cortadas do mangue próximo. No Dia dos Reis Magos, 06 de janeiro de 1598, deu-se início a construção de um forte, na praia, em pau-a-pique, barreados com lama do mangue. Arvorou-se a cruz sob as salvas da artilharia, hasteou-se a bandeira com as armas reais, e um sacerdote presente deu a benção. Daí a origem do nome, Fortaleza dos Reis Magos cuja planta de autoria do Frei Gaspar de Samperes, continha as características das construções coloniais portuguesas.

Em princípios de 1628 a Fortaleza estava concluída. Provida de nove canhões de ferro e quarenta soldados. Natal então já tinha oito casas e uma igreja.

Fortaleza e não forte, Hélio Galvão esclarece a dúvida: "Forte é uma pequena edificação sem guarda permanente. Fortaleza, ao contrário, é um grande edifício com um contingente de soldados permanente."


A Ocupação Holandesa

Com a união ibérica e o domínio espanhol, inclusive nas colônias portuguesas, acentuaram-se as hostilidades entre Espanha e Holanda, sentindo-se os comerciantes holandeses lesados em seus interesses pelo comércio açucareiro.

A conquista do Recife marcou o início do domínio holandês no Nordeste. Mediante a resistência paraibana, voltaram-se as atenções para o Rio Grande, com excelente posição estratégica para o tráfego da área fiscal além da forte produção pecuária. Entraram em terras potiguares por Cunhaú, passando pelo Mipibú, a maior aldeia indígena, chegando até próximo de Natal, observando e examinando a Fortaleza dos Reis Magos.

Na manhã de 08 de dezembro de 1633, onze navios desembarcam em Ponta Negra. Seguiram em marcha sem encontrar resistência, chegando a tarde em Natal uma tropa tomou conta da vila e outra seguiu em direção a Fortaleza que dispunha de apenas 85 homens enquanto o invasor trazia em torno de 800.

A artilharia da Fortaleza tentou em vão impedir o acesso à barra. Sem perder tempo os holandeses iniciaram os preparativos bélicos: transporte de peças, abertura de trincheiras, aproximação com os nativos...

Naqueles tempos as dunas, agora mortas, eram bastantes elevadas, e sobre elas os holandeses sentaram suas baterias de ataques. A batalha durou 4 dias. Na manhã do dia 12 amanheceu hasteada a bandeira branca na Fortaleza.

A partir de 20 de dezembro a Fortaleza passou a chamar-se Kasteel Keulen, homenagem ao Diretor da companhia holandesa, presente na conquista. O período do domínio holandês no RN é uma história de barbárie a parte, marcada por chacinas e massacres.

Em fevereiro de 1654 o general Português Francisco de Figueiroa vem recebê-la, mas não encontra quem a entregue: o inimigo simplesmente abandonara a praça.


Curiosidades:
-A Fortaleza foi desmilitarizada em maio de 1907.
-Mede 2.808,93 m2 de desenvolvimento.
-O primeiro comandante foi o general João Rodrigues Colaço e o último João da Fonseca Varela

Versão para impressão!
Envie esta matéria para um amigo!




Twitter do Nataltrip.com





O Projeto × Indique a um amigo × Mapa do Site × Dúvidas freqüentes × Fale com o Nataltrip.com

Nataltrip.com | Natal / RN - Brasil